Violência, censura e descaso: paredes da prisão do comunicador

Como um crime aos direitos humanos se torna um crime social   Por Luccas Nunes (luccas.nunes@usp.br)   A censura morreu? Imagine uma situação em que você está completamente encurralado pela lei que deveria protegê-lo. Você não pode exercer sua profissão; Leia a matéria completa

Permacultura, uma forma de vida alternativa

Por Helena Mega (helenamega8@gmail.com) “Sempre acreditei que compartilhar é melhor do que competir, então a Permacultura me trouxe amigos e amigas com quem eu pude compartilhar sonhos sem me sentir esquisito. O mundo não acolhe muito bem o que é diferente; Leia a matéria completa

Pixação: a cidade como um caderno de caligrafia

Por Natalie Majolo (nmajolo95@gmail.com) Praças, parques, museus, cinemas, clubes, teatros e bibliotecas. Nem todos existem em todos os lugares, muito menos abertos gratuitamente ao público. Numa metrópole como São Paulo, diversão e lazer são caros – mesmo que o destino seja de Leia a matéria completa

Prazer, sou soropositivo

Por Bianka Vieira (bianka.vieira2@gmail.com) Rafael, Micaela e Gabriel: diferentes por suas origens, preferências e ascendentes, idênticos na labuta diária que é a luta contra o HIV. Apesar de suas histórias surpreendentes e inspiradoras, ambos integram uma triste estatística composta por Leia a matéria completa

O ano de dois mil e crises

Por Bianka Vieira (bianka.vieira2@gmail.com) Aquele Brasil que até pouco tempo era estimado por sua prosperidade e ascensão enquanto país emergente, diante de escândalos e de um governo impopular, se vê agora perante um quadro em que o progresso aparenta tender ao retrocesso. Após um Leia a matéria completa

Vamos tod@s cirandar

Por Mariana Gonçalves (mariana.vick.goncalves@gmail.com) Após quase três anos em tramitação na Câmara dos Vereadores, o primeiro Plano Municipal de Educação (PME) da cidade de São Paulo terminou sancionado no último 16 de setembro. Sheila Ceccon, representante do Instituto Paulo Freire e Leia a matéria completa

Muito além das xícaras

Por Carla Monteiro (carlamonteiro02@gmail.com) Quarta-feira, cinco e meia da manhã, ainda não amanheceu e faz muito frio. Quebrando o silêncio da escura madrugada de uma pequena cidade no interior de São Paulo, soa o ronco dos motores dos antigos veículos Leia a matéria completa