Na cultura, o centro fica por (quase) toda a cidade

Por Iolanda Paz (iolanda.rpaz@gmail.com) Com 12 milhões de habitantes, a principal metrópole brasileira – São Paulo – é complexa e multicultural, atraindo e abrigando indivíduos dos mais diversos backgrounds e origens. Para Lúcia de Oliveira, docente e pesquisadora no Departamento de Leia a matéria completa

Marina Amaral, por trás da Agência Pública

Por Rafael Paiva (paivaraffa@gmail.com) Cofundadora e codiretora da Agência Pública, Marina Amaral atuou nos mais diversos postos e entidades jornalísticas ao longo da carreira. Dentre as atividades realizadas, trabalhou no jornal Folha de S. Paulo, na revista Globo Rural e Leia a matéria completa

João Paulo Charleaux e o jornalismo como deve ser

Por Rafael Paiva (paivaraffa@gmail.com) João Paulo Charleaux exerceu inúmeras funções em diferentes entidades ao longo de sua carreira. Atuou como assessor de comunicação da Cruz Vermelha Internacional. Trabalhou para os dois maiores jornais de São Paulo (“Folha de S. Paulo” e Leia a matéria completa

O drama das meninas infratoras da Fundação Casa

Por Caio Nascimento (caiovn.usp@gmail.com) Joaquina C.* distraía-se com um livro nas mãos. Com 16 anos, ela resguarda marcas de seu passado: vestígios de corte nos pulsos e sinais de piercings no rosto desenham a adolescência rebelde da garota.  “Eu andava Leia a matéria completa

Racismo nas escolas particulares: é preciso educar

Por Mariana Mallet (marimcp97@gmail.com) “Essa semana mesmo, a coordenadora da minha escola chegou à sala para dar uma lição de moral, mas acabou que fez ao contrário. No meio do discurso sobre a relação dos aprovados no vestibular, ela falou: Leia a matéria completa

As vozes do abuso

Por Laila Mouallem (lailaelmouallem@gmail.com) Não há um momento em que um relacionamento se torna abusivo. Não há ponto de virada. O que acontece é uma gradual percepção de atitudes manipuladoras e agressivas, às quais a pessoa oprimida na relação estava Leia a matéria completa

Além da excelência, cursos na USP são marcados pela gratuidade. Mas não todos

Por Ana Helena Corradini (anahelenacorradini@gmail.com) e Wagner Nascimento (wagneriano7@gmail.com) A princípio, a ideia era possibilitar à comunidade externa “um certificado USP, de curso de especialização, de fusão cultural — de extensão, basicamente”, explica Jean Pierre Chauvin, professor do curso de editoração Leia a matéria completa

Sem cotas, USP matriculou ainda menos negros em 2016

Por Claire Castelano (claire.castelano04@gmail.com) e Luis Eduardo Nogueira (dadopnogueira@gmail.com) A Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) foi a primeira brasileira a adotar o sistema de cotas, no vestibular de 2003. À época, a decisão seguiu a Lei estadual nº 3708, Leia a matéria completa