Esporte e Lazer Saúde

Chegou a hora de começar a se exercitar

Benefícios trazidos pela prática de exercícios físicos vão além da saúde e da estética corporal

Por Rúvila Magalhães (ruvila.m@gmail.com)

Dados do IBGE indicam que apenas 28,2% da população brasileira faz exercícios físicos regularmente. Incentivos para que esses números mudem não faltam: existem parques, ONGs, Universidades e CEUs na cidade de São Paulo que oferecem meios para que se faça exercícios gratuitamente, além das academias e clubes que geralmente são pagos. É possível fazer exercícios até mesmo em casa, com a ajuda de objetos a que se tem fácil acesso, como uma garrafa PET com areia dentro. Muitos programas de TV ensinam a maneira correta e o número de repetições necessárias para que se tenha bons resultados. Maneiras para mexer o esqueleto a baixo custo não faltam, só é necessário vontade.

Mas por que fazer exercícios físicos? Simples, pelos benefícios que eles podem trazer à saúde. Mas nem todos pensam assim. Segundo Alexandre Gonçalves, dono de academia e professor de educação física, apenas 50% dos alunos matriculados procuram a academia pela saúde. Apesar da estatística, ele é otimista: “quem vem apenas pela estética acaba encontrando saúde”, afirma. Quando indagado sobre o maior benefício que o exercício físico pode trazer, além da saúde, ele rapidamente aponta a autoestima. Estar feliz com a própria imagem é um poderoso antidepressivo.

A voz da experiência

A busca por estética não foi a principal preocupação de Maria José de Souza. A sorridente senhora de 63 anos estava acima do peso, sofrendo de hipertensão e no estágio inicial de um diabetes, quando sua médica lhe lançou como desafio perder peso e melhorar sua saúde sem tomar remédios. Ela começou fazendo caminhadas pelo bairro até que, por indicação de uma amiga, começou a fazer ginástica com um grupo no Shopping Metrô Tatuapé. Na ginástica, ela encontrou os resultados que esperava e então não parou mais. Hoje, faz recreação para terceira idade no Programa Universidade Aberta da Terceira Idade (UNATI), projeto de extensão da EACH USP. Faz parte do time de vôlei, do CEU Quinta do Sol, continua fazendo ginástica e ainda faz aulas de teatro e coral. Maria José está feliz com os resultados: perdeu bastante peso, a diabetes não se desenvolveu e atualmente ela toma apenas um remédio para hipertensão. “O benefício pra mim foi total e eu acho que não é só pra mim, é pra todos”, conta. Ela diz que não pretende parar tão cedo.

 

Exemplo de persistência, Maria José não perde o ritmo durante os treinos de vôlei no CEU Quinta do Sol (Foto: Rúvila Magalhães)

A cardiologista Eliane Guimarães afirma que são muitos os benefícios do exercício físico para a saúde. “Do ponto de vista cardiovascular, os exercícios melhoram a circulação e são importantes também para melhorar o condicionamento físico, para que as pessoas possam realizar as atividades do dia-a-dia com mais energia”, relata. Também destaca que os exercícios fortalecem a musculatura e ajudam a emagrecer. Estar dentro do peso é essencial para a saúde e, por isso, é necessário ainda atentar para a alimentação. Uma alimentação saudável deve conter os 5 principais grupos de alimentos – carboidratos, proteínas, fibras, laticínios e gorduras – em todas as refeições. Uma dica simples e boa na hora de montar o prato é escolher alimentos de cinco cores diferentes, no mínimo, pois isso garante que diversos tipos de nutrientes sejam consumidos. Para perder peso não adianta apostar em dietas mirabolantes, é necessário comer bem e fazer exercícios. E lembre-se: comer bem não é sinônimo de comer muito. Além de ter uma boa alimentação, para que os exercícios sejam mais eficazes para a saúde, é necessário ter sempre uma boa noite de sono e descanso. Se você fuma ou consome muita bebida alcoólica, está na hora de parar.

Tanto os médicos como os profissionais de educação física alertam sobre os perigos que aparecem junto com o uso de anabolizantes. Alguns dos efeitos colaterais desses produtos são: arritmia cardíaca, infartos, impotência sexual e problemas renais. “É melhor o ganho muscular em pequena quantidade, a longo prazo, do que um ganho tão grande, em um curto espaço de tempo, de uma forma nada saudável”, afirma Eliane Guimarães.

Para quem ainda tem dúvidas, musculação é considerada uma boa atividade física. Estudos já comprovaram que a partir dos 30 anos as pessoas passam a perder massa muscular e que isso se intensifica depois dos 50, o que torna importante esse tipo de exercício. A perda da massa muscular aumenta a tendência de aparecimento de fraturas, desvio de postura e dores musculares.

Exercícios na medida certa

As atividades na academia devem acontecer de 3 a 5 vezes por semana. Se o intuito é manter o condicionamento físico, recomenda-se 30 minutos por dia. Já se o objetivo é perder peso, o recomendado é 1 hora, no mínimo. Para ambos os casos, o ideal é a combinação de exercícios aeróbicos com a musculação. Antes de começar a fazer qualquer tipo de exercício, é necessário consultar um médico para saber se não há nenhuma contraindicação. Durante a prática de atividades físicas é importante que se tenha acompanhamento com um profissional qualificado em educação física. E nunca se esqueça de fazer alongamentos antes ou depois dos exercícios, para evitar lesões.

O segredo é escolher uma atividade física que combine com você! (Imagem: FreeDigitalPhotos.net)

Os exercícios devem ser feitos de acordo com as limitações de cada um, principalmente na terceira idade. Deve-se respeitar os limites de saúde e as características individuais, mas “só o fator ‘idade’ não impede a prática de atividades aeróbicas ou musculação”, como bem alerta Eliane. O importante é não ficar parado. Atividades físicas são importantíssimas em qualquer idade e por isso deve-se começar desde cedo e não parar nunca.

A dica é procurar uma atividade que você gosta de fazer, pois assim não vão faltar estímulos para você se empenhar. A saúde e a estética são benefícios evidentes da prática de exercícios físicos, mas o que dizer da oportunidade de interação que essas atividades proporcionam? A possibilidade de convivência com outras pessoas e o espírito de equipe são aspectos fundamentais que o esporte desenvolve em todos os que optam pela sua prática, além de proporcionar diversão, o que alivia o estresse causado pelos problemas cotidianos. Dito tudo isso, está na hora de começar uma atividade física.

J.Press
A Agência J.Press de Reportagens é um espaço destinado à publicação e divulgação de matérias com abordagens inovadoras. Vinculada à empresa Jornalismo Júnior, da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (USP), a agência busca novas formas de explorar assuntos de interesse público por meio do jornalismo.